Sônia Menna Barreto

Representação comercial e evento.

Paulistana, desde 1984, faz da sua produção artística a mais próxima expressão do homo ludens, o homem lúdico. Seu espírito criativo buscou terras e personagens que habitam a imaginação das pessoas de todas as idades. Sua técnica origina-se nos pintores flamengos do século XV, misturando hiper-realismo com minúcias da técnica francesa do Trompe L’oeil. Sua obra Leonard Cheshire foi entregue numa cerimônia no Palácio de Buckingham e incorporada ao acervo da Royal Collection, da família real inglesa, tornando-se a primeira artista brasileira a integrar esta coleção.

Sônia-Menna-Barreto.jpg